Orgãos de Controle e Governo Aberto

Mesa de discussão sobre a atuação dos orgãos de controle e fomento ao Governo Aberto e à Transparência. A ideia é discutir esse modelo em que as controladorias conduzem ou são coautoras dessas agendas e o papel do controle social no fomento ao governo aberto.

Graziela Dias Teixeira, Pesquisadora e professora da Universidade de Brasília. Possui graduação e Mestrado em Ciência Política pela Universidade de Brasília e Doutorado em Sociologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é Professora Adjunta do Instituto de Ciência Política (IPOL) da Universidade de Brasília, atuando como Coordenadora de Graduação do Curso de Ciência Política. Vem realizando orientações e pesquisas sobre Governança, Accountability e Controle Social, e Corrupção. É pesquisadora do Grupo de Pesquisa sobre Instituições e Políticas Públicas (GIPP/UnB) desenvolvendo estudos sobre as estruturas e os tipos de governança em Instituições Federais. E também pesquisadora e vice-líder do Grupo de Pesquisa Estado e Sociedade no Combate à Corrupção (GESOCC/UnB).

Fernanda Campagnucci, é diretora-executiva da Open Knowledge Brasil. Graduada em Jornalismo e mestre em Educação, foi integrante da carreira de Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental na Prefeitura de SP, onde desenvolveu projetos de transparência e integridade pública desde 2013. Coordenou o Pátio Digital, iniciativa de governo aberto da Secretaria Municipal de Educação. É fellow de governo aberto da OEA e integrante da Rede de Líderes em Dados Abertos do Open Data Institute, de Londres.

Marcelo de Brito Vidal, Coordenador-Geral de Governo Aberto e Transparência – Controladoria Geral da União. É Auditor de Federal de Finanças e Controle desde dezembro de 1994. Graduando em Administração Pública e de Empresas com pós graduação em Administração Pública e Auditoria Interna. Atualmente exerce o Cargo de Coordenador-Geral de Governo Aberto e Transparência, área da CGU responsável, dentre outras atividades, pelo monitoramento do cumprimento do Decreto 8.777/2016 que institui a Política de Dados Abertos do Poder Executivo Federal.

Carolina Dalla Pacce, Coordenadora da Coordenadoria de Promoção da Integridade – Controladoria Geral do Município de São Paulo. Doutoranda em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo (2022). Mestre em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo (2015). Especialista em Direito Administrativo pela FGV Direito SP (2013). Graduação em Direito pela Universidade de São Paulo (2010). Graduação em andamento em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (2016). Coordenadora de Promoção de Integridade na Controladoria Geral do Município de São Paulo (CGM/COPI). Docente na Faculdade de Direito da Universidade São Judas Tadeu.

Mediação, Ana Dienstmann, Assessora Especial da Controladoria Geral do Município de São Paulo